Confira 5 dicas para estimular o estudo em seus filhos

Uma das grandes dúvidas de muitos pais é saber como estimular o estudo em seus filhos ao mesmo tempo em que participam mais ativamente da vida escolar deles, auxiliando e orientando-os, sem se tornarem invasivos.

Afinal, o interesse é descobrir a melhor forma de motivá-los a se dedicarem ao aprendizado, visto que esse sentimento funciona como um motor para que crianças e adolescentes queiram ter mais conhecimento, adotem uma postura mais curiosa e investigativa sobre o que os cerca e se tornem mais participativos em sala de aula. Pensando nisso, reunimos 5 dicas que vão ajudar você nessa missão. Acompanhe!

1. Incentive seus filhos a definirem um objetivo

A primeira delas é abandonar a clássica metodologia da recompensa e, no lugar, incentivar os filhos a definirem um objetivo a ser alcançado por meio do estudo, como ter uma carreira bem-sucedida e uma vida estável.

Afinal, esse comportamento passa a imagem equivocada de que o que importa não é o aprendizado, mas somente as notas, pois elas vão gerar um ou mais agrados rápidos, como um passeio, uma festa ou uma viagem — e isso, a longo prazo, vai deixá-los mal-acostumados e mimados.

2. Seja um exemplo dentro de casa

Quando os filhos crescem e convivem em um ambiente em que os pais têm o hábito de ler, de se manter informados e, ainda por cima, nunca param de estudar e investir na própria formação, eles tendem não só a reproduzir os hábitos e os comportamentos dos genitores, como também a levar isso até a fase adulta.

Portanto, seja o exemplo do que você deseja que eles sigam e os incentive desde novos a tomarem gosto pelo aprendizado.

3. Mostre aplicações práticas de determinadas matérias

No colégio, as crianças e os adolescentes são expostos a centenas de conteúdos ao longo do ano. Com isso, é natural que eles demonstrem um interesse maior por aqueles que consideram mais relevantes, enquanto outros acabam sendo deixados de lado.

Contudo, você pode mudar esse cenário e mostrar que todo e qualquer assunto visto em sala de aula é importante e, em algum momento da vida, pode ser útil para eles. Como? Simples: mostrando aplicações práticas das matérias no dia a dia.

Um exemplo simples é levá-los ao supermercado e mostrar como a matemática está presente de diversas formas ali, pelas unidades de peso, as equações (somas dos preços dos produtos) etc.

4. Saiba reconhecer o esforço dos seus filhos

Outra dica útil para estimular o estudo em seus filhos é saber reconhecer o esforço deles, mesmo quando aparecer uma nota baixa. Afinal, ter dificuldades com uma matéria é comum e isso não pode simplesmente apagar o empenho e a dedicação dos garotos.

Ao contrário, quando isso acontecer, adote uma postura positiva e procure, junto com eles, identificar o que causou esse resultado abaixo do esperado e o que pode ser feito para recuperar a boa média em próximo exame.

5. Estabeleça uma rotina de estudos

Por fim, estabeleça uma rotina de estudos para os pequenos que coincida com os seus horários livres, mesmo que apenas no fim de semana. No início, pode ser um pouco difícil se adaptar e conseguir conciliar todos os horários, a gente sabe. Porém, com o tempo, todos se habituarão.

E o melhor de tudo é que essa é uma forma simples de se fazer presente no dia a dia dos garotos, mostrar interesse pelo que acontece com eles e, de quebra, auxiliá-los com as tarefas de casa, trabalhos, projetos e afins.

Como você viu, existem diferentes formas de estimular o estudo em seus filhos. Por isso, comece a colocá-las em prática e veja como você pode ser o diferencial para o desenvolvimento do aprendizado deles e, consequentemente, o engajamento com a escola.

E já que o assunto deste post são os pequenos, aproveite para conferir como lidar com a pré-adolescência!

Clique nos ícones para Compartilhar

Quer realizar uma avaliação gratuita com minha equipe?

Cadastre-se para receber o formulário de contato.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.