fbpx

Afinal, quais são as medidas para ser uma modelo?

Muitas pessoas, principalmente as meninas, crescem com um sonho em comum: tornar-se modelo, brilhar nas passarelas mundo afora, fotografar para campanhas de grifes famosas, aparecer nas capas de revista e fazer sucesso mundialmente, como as lindíssimas tops brasileiras.

E quando esse sonho começa a falar mais alto, surgem muitas dúvidas em relação à carreira, principalmente sobre as medidas para ser modelo.

Pensando nisso, hoje nós vamos explicar direitinho quais as características adequadas para cada tipo de carreira — sim, existe mais de uma, o que permite que seja possível realizar o sonho sem desrespeitar o biotipo ou a saúde do corpo. Confira!

Primeira questão: aparência não é tudo

Sim, nós sabemos como a aparência é importante na carreira de um modelo, mas, acredite, não é o suficiente. Para se chegar ao sucesso, tem de haver muita dedicação e seriedade. A übermodel Gisele Bündchen já concedeu diversas entrevistas afirmando que seu sucesso não foi construído apenas com sua beleza, mas também com muito trabalho duro.

Você deve ter muita paixão pela carreira, estudar, ter responsabilidade com os compromissos, determinação e, principalmente, manter os pés no chão, sem deslumbramentos pelos luxos que muitas pessoas acham que a carreira proporciona.

Como outras profissões que exigem boa performance física, os cuidados com alimentação e atividade física também são muito importantes. Uma sessão de fotos pode durar muitas horas e exigir que a modelo permaneça em uma mesma posição por longos períodos. Ou seja, é preciso cuidar da saúde, amadurecer para as obrigações que a carreira exige e ter foco bem definido.

Não existe espaço apenas para modelo de passarela

É comum existir essa generalização. Muitas pessoas pensam que os modelos têm de ser altos e magros para fazer sucesso, e não é bem assim. Temos dois segmentos para modelos no mercado: os de passarela ou modelos fashion – como algumas pessoas chamam, e os comerciais.

Os modelos fashion são aqueles que participam dos desfiles de moda e, geralmente, é a carreira mais desejada, por conta da imagem glamourosa que muitas pessoas têm na cabeça. As medidas necessárias para se encaixar nesse perfil são mais exigentes, tanto de altura, quadril, disposição do peso e até mesmo um rosto com presença marcante — mas calma! A gente vai falar delas daqui a pouco.

Já os modelos comerciais são aqueles que participam de publicidade, ensaios fotográficos e comerciais de TV. Essa carreira, sim, é bem menos exigente em relação ao peso e altura porque os modelos utilizados vão representar diferentes tipos de pessoas e suas relações com marcas de produtos e serviços.

No entanto, os modelos comerciais têm visto seu mercado e possibilidades cresceram cada vez mais. Nele poderíamos citar as modelos de concurso, misses, musas de esportes e eventos, como as musas fitness e as rainhas do carnaval.

Por suas atribuições físicas, carisma e estilo de vida, tornam-se referência em suas áreas e fazem trabalhos comerciais associados às suas imagens, como propaganda de roupas de ginástica, alimentos especializados e produtos de beleza, por exemplo.

Segunda questão: as medidas para ser modelo

Vamos falar delas, mas antes de mais nada, é preciso dizer que não são os scouters ou agências de modelo que determinam tais medidas, e sim o mercado da moda com suas devidas justificativas.

Modelo Fashion feminino

Para as mulheres, a altura mínima é de 1,80 cm, com pernas bem alongadas, além do quadril não poder medir mais de 90 cm. Para ingressar na carreira é preciso ter entre 14 e 25 anos, manequim 38 ou similar.

As medidas são necessárias pois, na passarela, o conceito é exibir a roupa, sem interferência das “curvas” da modelo. Então é muito importante que ela esteja dentro desse padrão para que o resultado final não seja prejudicado. Assim, as roupas acabam sendo produzidas sempre em um “tamanho único”.

Não existem padrões para face, mas a beleza marcante ajuda a se destacar das demais e pode ter um grande apelo em uma seleção. Assim, manter os traços originais, cabelo e até marcas de nascença pode ser uma grande estratégia para destacar seus diferenciais de beleza como uma modelo fashion.

Mais uma vez é importante ressaltar a saúde do corpo. As medidas para modelo fashion são rígidas, mas atendem uma boa parcela de pessoas com esse biotipo. Se o bem-estar é colocado em risco para ficar abaixo ou entrar nesses parâmetros, é preciso repensar a escolha e partir para uma outra categoria, como as misses e as belezas de campanhas comerciais, que podem ser igualmente felizes na realização profissional.

Modelo Fashion Masculino

Para os homens, a média de altura é de 1,85 cm ou mais e ter entre 17 e 21 anos. As exigências em relação às medidas do corpo são menores do que para as mulheres. Tudo depende muito do tipo de trabalho e das peças que serão desfiladas.

No inverno, a preferência é por homens mais magros, porém bem definidos, por usarem mais peças sobrepostas. Já no verão, os mais musculosos têm sua vez, já que o corpo fica mais em evidência e valoriza as roupas.

Vale lembrar que existem exceções em relação à altura. A modelo Cara Delevingne, por exemplo, mede 1,73 cm e entrou para o círculo mais desejado entre as modelos, chegando até a ser angel da Victoria’s Secret.

Modelo Comercial

Para homens e mulheres, não há um padrão exigido em relação à altura e outras medidas. Mesmo assim, quem quiser ter sucesso deve ter uma boa aparência física, cuidar do corpo, da pele, dos dentes, cabelos, e as oportunidades de trabalho surgem de acordo com o perfil que o cliente precisar.

Você pode fazer uma campanha para uma marca de shampoo, por exemplo, se tiver cabelos bonitos, ou participar de um editorial de saúde e bem-estar se tiver um corpo bem cuidado.

Se esse é seu sonho, hoje o mercado já é bem mais flexível do que antes e muitas modelos fashion estão ganhando boas remunerações com campanhas comerciais, e não somente nas passarelas internacionais.

Foi na linha para modelos comerciais que a Dilson Stein descobriu e lançou nomes como a da atriz global Bruna Linzmeyer. Além de campanhas, o direcionamento correto de sua carreira permitiu que ela alçasse novos objetivos e realizações profissionais.

Modelos kids

Crianças que querem ingressar na carreira de modelo também podem contar com as orientações de empresas como a Dilson Stein, e isso é ainda mais importante por seu um momento de suas vidas que precisa de mais atenção.

Os compromissos, seja para as passarelas, seja para fotografias comerciais, devem ser cumpridos com o mesmo rigor, assim como os cuidados pessoais e com a saúde.

A boa notícia é que com as novas tecnologias, é cada vez mais fácil ser avaliado ou até mesmo convidado para fazer um teste de seleção de modelos. As redes sociais podem ser uma vitrine da sua beleza, mas é preciso tomar cuidado com o tipo de exposição e claro, com as tentativas de golpes do mercado.

É importante estar consciente do seu perfil e saber que não é fácil entrar na carreira, mas a cada dia que passa a moda fica mais democrática, alinhada com outras áreas de atuação e com trabalho duro e dedicação, você conseguirá conquistar seu espaço.

Gostou de saber quais as medidas para ser modelo? Tem vontade de seguir na carreira e gostaria de contar com as orientações de Dilson Stein? Então entre em contato conosco agora mesmo!

Clique nos ícones para Compartilhar

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.